quarta-feira, 31 de março de 2010

MAGNO MARTINS 31/03/10

Oposição quer explicações sobre despesas de viagens de Lula

A oposição protocolou um ofício hoje (31) pedindo que a Câmara dos Deputados questione o governo sobre os gastos públicos de 26 viagens do presidente Luiz Inácio Lula da Silva que contaram com a presença da presidencial petista e ex-ministra Dilma Rousseff (Casa Civil), que deixou o primeiro escalão hoje, informou a Folha Online.

O pedido ainda depende de uma autorização da Mesa Diretora da Câmara, mas tradicionalmente essas solicitações costumam ser atendidas. O pedido pede esclarecimentos sobre viagens entre setembro de 2009 e fevereiro de 2010.

No ofício, assinado pelo deputado federal Raul Jungmann (PPS-PE), a oposição pede que a Casa Civil repasse à Câmara o valor dos gastos com passagens e diárias de integrantes do Executivo, colaboradores e convidados, com locação de veículos aéreos e terrestres e com combustível das aeronaves oficiais.





31/03/2010
Entre no chat e participe do Frente a Frente
Já estou nos estúdios da Rede Pernambucana de Rádio, no Recife, onde, daqui a pouco, passo a apresentar o programa Frente a Frente. O programa é retransmitido por 23 emissoras no Estado. Se você estiver em outro estado ou país, ouça pela rádio do blog clicando no botão aí ao lado 'Rádio Web'. Participe! Mande o seu e-mail no frenteafrentecommagno@gmail.com ou entre no chat de Adriano Roberto pelo seguinte endereço: www.adrianoroberto.com.br Clique no ícone acesse o chat.



31/03/2010
Eduardo nega acordo para fazer Fernando ministro de Dilma

O governador de Pernambuco, Eduardo Campos(PSB), negou, há pouco, que tenha fechado acordo para o secretário de Desenvolvimento, Fernando Bezerra Coelho, permanecer no cargo. Ele seria indicado ministro num eventual Governo Dilma. 'Isso não existe. Embora Fernando tenha capacidade para exercer qualquer cargo público no País, não tratamos disso, até porque nomeação de ministro é prerrogativa do presidente', afirmou.

Eduardo disse que teve uma longa conversa com Fernando e o convenceu a se manter no cargo 'pelo excelente trabalho que ele fazendo'. Sobre a não desincompatibilização do secretário de Planejamento, Geraldo Júlio, que teve seu nome ventilado para vice na chapa de reeleição do governador, Eduardo negou que seja uma sinalização de que João Lyra Neto esteja confirmado como vice.

'Não vou tratar de eleição agora. O tempo é de governar', afirmou. Sobre o fato do PTB não ter indicado um nome para a pasta de Turismo da cota da legenda trabalhista, o governador disse que a sugestão de manter Paulo Câmara foi do presidente da CNI e do PTB pernambucano, Armando Monteiro Neto.




31/03/2010
Serra se despede com discurso crítico e emotivo

Diante de um auditório ocupado por cerca de 5 mil convidados e com transmissão ao vivo pela internet através do portal do governo do estado de São Paulo, o governador José Serra (PSDB-SP) fez na tarde desta quarta-feira (31) o discurso de despedida do cargo. Em tom emotivo, ele fez referências indiretas aos adversários políticos e rebateu críticas que costumam ser associadas ao seu perfil político, informou o portal G1.

O evento começou com uma hora de atraso em relação à programação oficial. Ele evitou fazer um balanço com números do governo, que afirmou ainda continuará com a gestão do vice Alberto Goldman. Serra disse que em sua fala iria avaliar "valores, critérios e princípios" que nortearam seu trabalho.

"Este é um governo de caráter, não cedeu à demagogia, à soluções fáceis e erradas para problemas difíceis, nem se deixou pautar por particularismos e mesquinharias", disse.








31/03/2010
Lula convoca novos ministros para primeira reunião ministerial
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva convocou hoje, 31, reunião com os novos ministros que tomaram posse, para a próxima segunda-feira (5 de abril). Ele ressaltou que os novos ministros terão apenas nove meses para desempenhar suas funções. "Nove meses é o tempo da coisa mais extraordinária, que é a gestação de um ser humano", afirmou. As informações são da Agência Estado.

De acordo com ele, os ministros terão que desempenhar os projetos já existentes e não terão tempo suficiente de criar novos programas. "Vocês terão esse tempo para construir suas passagens pelo governo. Portanto, terão que trabalhar mais, realizar mais, sem inventar nada de novo."





31/03/2010
Lyra: "Teremos um dos melhores sistemas de saúde do País"

Ao deixar o secretário de Planejamento, Geraldo Júlio, no cargo, o governador Eduardo Campos sinalizou que manterá o vice-governador João Lyra Neto na sua chapa. Este é o sentimento predominante na posse dos novos secretários que acontece, neste momento, no Salão das Bandeiras. Júlio era considerado uma reserva estratégica no caso de o governador optar por uma solução caseira para vice. Lyra garantiu em discurso, há pouco que o Estado terá em breve um dos cincos melhores sistemas de saúde do País.




31/03/2010
Conheça os novos secretários do governo Eduardo Campos

Gilberto Rodrigues - Secretário de Articulação Política

Natural do município de São José do Egito, Sertão do Pajeú, o geólogo Gilberto Rodrigues do Nascimento, nasceu em 21 de outubro de 1956. Filho do agricultor Manoel José do Nascimento e da dona de casa Justa Rodrigues de Lima (Ambos falecidos), Gilberto Rodrigues graduou-se em Geologia pela Universidade Federal de Pernambuco - UFPE, em 1985. É membro da Associação Brasileira de Águas Subterrâneas na Secção de Pernambuco; foi vice-presidente da Associação dos Geólogos de Pernambuco; Vice-Presidente da Asbraer - Associação Brasileira das Empresas de Extensão Rural; e Membro fundador da Academia Pernambucana de Extensão Rural.

Nilton Mota - Secretário de Educação

Natural de Surubim, no Agreste do Estado, Nilton da Mota Silveira Filho é formado em administração pela Universidade Federal de Pernambuco desde 1984. Auditor fiscal da Secretaria da Fazenda Estadual desde 1993 e membro do Partido Socialista Brasileiro desde 1995, Nilton pertence ao grupo político do governador Eduardo Campos. Hoje, acumula os cargos de Chefe de Gabinete e a secretaria Executiva de Educação Profissional, área com grande visibilidade, visto que é responsável por treze unidades em todo o Estado, das quais sete começaram a funcionar este ano.





31/03/2010
Educação e Saúde ganham novas sedes

Hoje (31), o governador Eduardo Campos inaugurou as novas sedes das secretarias de Educação (SE) e Saúde (SES), localizadas nos bairros da Várzea e do Bongi, respectivamente. As solenidades marcaram a despedida de Danilo Cabral e do vice-governador João Lyra Neto à frente das pastas e foram bastante prestigiadas por funcionários de ambas as secretarias.

A mudança das sedes era uma antiga reivindicação dos servidores. Para o novo prédio da Educação, foram investidos R$ 36,7 milhões na aquisição, reforma e estruturação do antigo prédio da Telemar. A partir de segunda-feira, os 1.500 servidores da pasta não precisarão mais se dividir em diferentes anexos. São 20 mil m2 de área construída, 12 blocos para a área administrativa, além de biblioteca, auditório para 117 pessoas, refeitório, ambulatório, áreas de lazer e estacionamento com 600 vagas.

Eduardo explicou que além de levar mais modernidade as mudanças também vão gerar economia para o Governo. “A Educação funcionava em sete prédios, com 16 anexos. Só de aluguel, por mês, nós gastávamos R$ 800 mil, numa condição de trabalho muito inadequada. Isso simboliza um novo tempo na educação, e, com certeza, a gente vai ver os efeitos dessas melhorias da condição de trabalho na vida dos alunos lá na escola”, afirmou.

No Bongi, o antigo centro de treinamento da Celpe virou a nova casa da Secretaria de Saúde. O Estado investiu R$ 8,4 milhões na construção de 23,5 mil metros quadrados de área total e 6 mil de área construída, “Um lugar decente para se trabalhar, que faz parte da reestruturação da saúde que iniciamos”, comentou João Lyra Neto, que se despede da SES após 22 meses à frente da pasta.

Os novos prédios fazem parte de um planejamento maior de estruturação das secretarias. “Na verdade, isso aqui foi uma decisão estratégica que o nosso Governo tomou. Nós planejamos dar às três maiores secretarias (a Educação, a Saúde e a Defesa Social), uma nova condição de trabalho”, disse Eduardo Campos.




31/03/2010
Um festival de discursos
Começou, há pouco, a solenidade de posse dos 10 novos secretários da equipe do governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB). Pelo que ficou acertado, todos farão um discurso de cinco minutos. Portanto, só no lero-lero já se vão 50 minutos. Ainda bem que o Salão das Bandeiras está refrigerado e não é mais a sauna do passado.


31/03/2010
Em discurso de despedida, Serra vai utilizar poesias

O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), concluiu na madrugada desta quarta-feira o seu discurso de despedida, programada para esta tarde no Palácio dos Bandeirantes. O tucano deixará o governo para disputar a Presidência da República, informou a Folha Online.

No discurso, ele recorre até a poesia para reforçar a ideia de que está na vida pública para melhorar a vida das pessoas.

Disposto a se contrapor ao discurso de Dilma, repleto de números, Serra exaltará a qualidade de vida e o respeito ao cidadão como meta de um homem público.

Ele lembrará sua trajetória, iniciada no bairro operário da Mooca, culminando com uma cena da vistoria do Rodoanel, ontem, quando foi chamado pelos operários da obra para uma fotografia ao lado do muro que exibe o nome de todos os trabalhadores. Daí, recitará Vinicius de Moraes.

Adepto do lema "Fazer Acontecer", Serra investe na imagem do político que empreende em favor dos menos favorecidos.



31/03/2010
Marina visita terra natal de Lula e se emociona

Em visita nesta quarta-feira (31) a Garanhuns, a 230 quilômetros de Recife, no agreste pernambucano, terra natal do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a senadora e pré-candidata do PV à Presidência, Marina Silva, disse ter ficado muito emocionada. "Aqui nasceu o menino Lula, aqui ele já chorou, mamou e virou presidente da República", afirmou em discurso no Colégio Presbiteriano XV de Novembro, onde plantou uma das 110 mudas de plantas nativas em comemoração aos 110 anos do estabelecimento. Marina plantou uma muda de pau Brasil, informou o portal G1.

Depois, em entrevista coletiva, ela, que faz sua primeira incursão no Nordeste na condição de pré-candidata do partido, afirmou não ter uma estratégia diferente na terra do presidente, onde a popularidade dele e da sua candidata, a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, são fortes. Alegou que seu discurso será o mesmo em todas as regiões brasileiras. A emoção de estar em Garanhuns é natural, segundo ela, para alguém que passou 30 anos ao lado de Lula, a quem tem afeto. "Sou professora de História, chego na cidade que o homem nasceu, fico emocionada."

A senadora se reuniu com lideranças locais do PV e no início da noite vai assistir à encenação da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém no município de Brejo da Madre de Deus, também no agreste pernambucano.

Um comentário: